Blog

Ressalto do Quadril

O ressalto do quadril é um “estalido” que pode ser audível, visível ou palpável. Pode, com menor frequência, significar alguma alteração articular. Na maior parte das vezes, entretanto, denota uma situação extra-articular, onde uma estrutura muscular ou fascial “pula” quando encontra alguma proeminência óssea mais saliente. Estas duas situações são na maior parte das vezes assintomáticas (não geram dor), e não denotam gravidade importante, apesar da pessoa ter a sensação que o quadril “saiu do lugar”...

 

Existem duas grandes causas:

 

- Ressalto da banda íleo tibial ou fáscia lata no trocanter maior do fêmur: localiza-se na região lateral do quadril, geralmente é visível e palpável;

 

- Ressalto do tendão do músculo íleo-psoas na eminência íleo-pectínea: localiza-se na região anterior do quadril, sendo geralmente audível e palpável.

 

Ocorrem mais comumente nas mulheres, estando associados com atividades que envolvam grandes amplitudes de movimento do quadril. Como dito anteriormente, são geralmente indolores, apesar de por vezes assustar a pessoa quando ela vê, ouve ou sente o ressalto.

 

O diagnóstico se faz com uma adequada avaliação pelo especialista, adicionando-se exames de ultrassonografia dinâmica (deve sempre ser realizada por um radiologista capacitado) e ressonância nuclear magnética.

 

Quando sintomático, o ressalto deve ser tratado conservadoramente com fisioterapia, envolvendo alongamentos das estruturas que ressaltam, se necessário por um longo período (cerca de 3 a 6 meses). Na falha do tratamento conservador, fato extremamente raro, está indicada a cirurgia, que na maior parte das vezes significa a liberação da estrutura que ressalta

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O Quadril no Futebol

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Posts Recentes
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Cinzento Ícone Google+
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon